sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014


Sobre o sentido da vida

2
A vida é uma viagem 

Logo que eu acordei, fui ao banheiro e me olhei no espelho e pensei: Qual é o sentido da vida? pra que nascemos? Bem, eu sei que o ser humano nasce, cresce, se reproduz e morre, mas é só isso?

Eu acredito profundamente que todos nós nascemos para um proposito, porém com as coisas que acontecem ao nosso redor, acabamos deixando isso passar, passamos a viver apenas por viver, ai sim, crescemos, reproduzimos e morremos... Mas se a vida é tão insignificante assim, por que vivemos? por que temos medo de morrer?

As vezes nos indagamos, que não somos excepcional em nada, não sabemos cantar, dançar, não descobrimos a cura para o câncer, então qual é o sentido de viver? Mas olhando por outro lado, há tantas cidades pra conhecer, há tanta gente para encontrar, há tantos objetivos para concluir que nos leva a pensar que estamos aqui para isso: nascer, crescer, se melhorar cada dia mais, se reproduzir, criar um ser humano da melhor forma possível, viajar, conhecer pessoas, desfrutar de tudo o que puder e enfim, morrer. 

Citando o livro Cidades de papel de John Green:

"Na minha opinião todo mundo tem seu milagre. Por exemplo, muito provavelmente eu nunca vou ser atingido por um raio, nem ganhar um Prêmio Nobel, nem virar ditador de uma pequena ilha no Pacífico, nem ter um câncer terminal de ouvido, nem sofrer combustão espontânea. Mas, se você levar em conta todos os eventos improváveis, é possível que pelo menos um deles vá acontecer a cada um de nós."


2 comentarios:

Junior Mathias disse...

Ehh.. as vezes esquecemos que no jogo da vida, não ha uma segunda chance se pararmos para observa-la passar. Trabalho, filhos, problemas e esquecemos que só temos uma para viver... bem seria fácil, se fosse como no Super Mario, Achar um cogumelo e UP, mas não é... o jeito e aproveitar e aproveitar, tentar fazer cada dia melhor que o anterior, para que no ultimo dia possa pensar e dizer, foi boa a minha passagem por aqui!!

Lindo textOo... Kirida! ^^

Tizah Roldão disse...

É verdade, mas o melhor é não ficar procurando sentido nas coisas, apenas viver, te amo :*